Logotipos

Programação

Manhã
8h Leituras de escritor: encontro com Ronaldo Simões Coelho (Belo Horizonte) Teatro Francisco Nunes

Ronaldo Simões Coelho é psiquiatra e escritor. Publicou, dentre outros, (com Eva Furnari, Editora FTD), Bichos (com AngelaLago, Editora Aletria), O caso da banana (com Angela Lago, Editora RHJ) e Dois chapéus vermelhinhos (com Humberto Guimarães, Editora Aletria).

Detalhes
9h30 às 10h30 Narração de histórias: Obrigada pela parte que me conta, com Beatriz Myrrha / Parceria Sesc Palco de Histórias Detalhes
10h às 11h Leituras e imagens de escritores: Encontro com Rosana Mont'Alverne(Belo Horizonte) e Maurizio Manzo (Belo Horizonte) Espaço Ribalta

Maurizio Manzo é escritor e ilustrador. Publicou, dentre outros, Um menino chamado Asterisco, com texto de Luis Pimentel (Rovelle), Oreosvaldo, o pássaro das sombras, com texto de Pedro Antônio de Oliveira (Lê), Exercícios da imaginação (Miguilim) e Meu pai é uma figura, com texto de Rosana Mont’Alverne (Aletria)

Rosana Mont’Alverne é contadora de histórias, escritora, editora e diretora do Instituto Cultural Aletria. É autora de Meu pai é uma figura (com Maurizio Manzo, Editora Aletria). É presidente da Câmara Mineira do Livro.

Detalhes
11h às 11h30 Narração de histórias: Histórias diversas: contos literários, com Dôra Guimarães e Elisa Almeida Palco de Histórias Detalhes
Tarde
14h às 14h30 Narração de histórias: Histórias que os bichos gostam de contar, com Lucrécia Leite / Parceria Sesc Palco de Histórias Detalhes
15h Espetáculo teatral Uma professora muito maluquinha Teatro Francisco Nunes

A partir da obra de Ziraldo, com o Grupo Real Fantasia. Texto de Sérgio Abritta e direção de Kalluh Araújo.

Detalhes
16h às 17h30 Palestra: Quando ler é precisão / Movimento Brasil Literário, com Luiz Percival Leme Britto e Marília Paiva. Espaço Ribalta

Luiz Percival Leme Britto (Santarém/PA)

É doutor em Linguística, professor da UFOPA e membro do Movimento Brasil Literário. Publicou, dentre outros, os livros Inquietudes e desacordos: a leitura além do óbvio e Contra o consenso: cultura escrita, educação e participação, ambos pela editora Mercado de Letras.

Mediadora: Marília Paiva (Belo Horizonte)

Bibliotecária, professora da Escola de Ciência da Informação da UFMG, onde também desenvolve pesquisa de doutorado.

Detalhes
17h às 17h30 Narração de histórias: Histórias de Sylvia Orthof, com Carlos Barbosa, Lourdinha Viana, Marília Oliveira, Reni Tiago Barbosa e Rosângela Palco de Histórias Detalhes
Noite
18h às 18h30 Narração de histórias: Causos do Brasêro, com a Cia. Estandarte Palco de Histórias Detalhes
18h30 às 19h30 Solenidade de abertura Teatro Francisco Nunes Detalhes
19h30 às 21h Conferência: Imagina o mundo, imagina a cidade, com Milton Hatoum e Maria Esther Maciel. Participação especial: Fábio Moon e Gabriel Bá. Teatro Francisco Nunes

Milton Hatoum (São Paulo)

É escritor. Publicou Relato de um certo oriente, Dois irmãos, Cinzas do norte, Órfãos do eldorado e Um solitário à espreita, todos pela Companhia das Letras.

Mediadora: Maria Esther Maciel (Belo Horizonte)

É doutora em Literatura Comparada, professora da UFMG e escritora. Publicou, dentre outros, O livro de Zenóbia (Editora Lamparina) e O livro dos nomes (Companhia das Letras).

Participação especial: Fábio Moon e Gabriel Bá (São Paulo)

Fábio Moon e Gabriel Bá são quadrinistas. Autores da premiada série Daytripper e da adaptação para os quadrinhos de Dois Irmãos, de Milton Hatoum (Editora Quadrinhos na Cia).

Detalhes
Manhã
8h30 Leituras e imagens de escritora: encontro com Marilda Castanha (Belo Horizonte) Teatro Francisco Nunes

Marilda Castanha é escritora e ilustradora. Publicou os livros Fases da Lua e outros segredos (Editora Peirópolis), Ops (Editora Cosac Naify) e Pula, boi! (Editora Scipione). É autora da ilustração do FLI-BH

Detalhes
8h30 Leituras de escritor, encontro com José Rezende Jr. Espaco Ribalta

José Rezende Júnior é escritor e jornalista. Publicou A mulher gorila e outros demônios, Eu perguntei pro velho se ele queria morrer(e outras estórias de amor), vencedor do Prêmio Jabuti em 2010, Estórias Mínimas (todos pela Sete Letras)e Fábula Urbana (Edições de Janeiro).

Detalhes
9h às 9h30 Narração de histórias: Carlos, o menino que colecionava pedras, com Beatriz Myrrha / Parceria Sesc Palco de Histórias Detalhes
10h às 12h Mesa: Leitura e literatura na primeira infância, com Patrícia Bohrer Pereira Leite, Sueli Baliza, Yolanda Reyes e Mônica Correia. Teatro Francisco Nunes

Patrícia Bohrer Pereira Leite (São Paulo)

É psicanalista e coordenadora de projetos em A Cor da Letra - Centro de Estudos em Leitura, Literatura e Juventude.

Yolanda Reyes (Bogotá / Colômbia)

É educadora e diretora do Instituto Espantapájaros, em Bogotá, projeto cultural para a formação de leitores. É autora de A casa imaginária (Editora Global) e Ler e brincar, tecer e cantar (Editora Pulo do Gato), dentre outros.

Sueli Baliza (Belo Horizonte)

É secretária municipal de educação de Belo Horizonte.

Mediadora: Mônica Correia Baptista(Belo Horizonte)

É doutora em Educação e professora da UFMG.

Detalhes
11h às 12h30 Mesa: Corpo, sexualidade e gênero na literatura, com Flávio Sanctum, Jô Lessa, Lorena Miyuki e Érica Lima. Espaço Ribalta

Flávio Sanctum (Rio de Janeiro)
É graduado em Pedagogia, doutorando em Artes Cênicas e professor de artes cênicas da FAETEC-RJ. É autor do livro Nada mais do que isso (Editora Metanoia).

Jô Lessa(Rio de Janeiro)
É escritor, advogado e funcionário público. Autor do livro Eu Trans: a alça da bolsa, relatos de um transexual (editora Metanoia)

Lorena Miyuki (Belo Horizonte)
Éredatora e administradora do site Marcado com Letras, que divulga a literatura queer. Autora dos e-contos Império esquecido, A última festa, Primarius e Anistia e do livro Você é só pra mim (Editora Metanoia). Participou da coletânea A fantástica literatura queer (Tarja Editorial).

Mediadora: Érica Lima (Belo Horizonte) É doutora em Literatura Brasileira e atriz. Trabalha com projetos para a promoção da leitura na Fundação Municipal de Cultura de Belo Horizonte.

Detalhes
Tarde
14h às 15h30 Mesa: Escrever, publicar, distribuir, com Luiz Navarro, Marcelo Dolabela, Mariana Lage e Leonardo Beltrão. Espaço Ribalta

Luiz Navarro (Belo Horizonte)
É jornalista, especialista em Arte e Contemporaneidade pela Escola Guignard e editor da revista A Zica, publicada desde 2010 e que está em sua quinta edição.

 

Marcelo Dolabela (Belo Horizonte)
É poeta, pesquisador de música, mestre em Comunicação Social, roteirista e músico. Idealizou e co-editou eventos e publicações em Belo Horizonte, dentre eles o Festival Internacional de Poesia Sonora (2000), a Bienal Internacional de Poesia (1998) e a Coleção Poesia Orbital (1997). Publicou, dentre outros, ABZ do Rock Brasileiro (Estrela do Sul Editora) e Batuques de limeriques (Paulinas).

Mariana Lage (Belo Horizonte) É escritora, jornalista, professora e doutora em Estética e Filosofia da Arte. Publicou, de forma independente, o livro No dorso do leão e lança no FLI-BH Haikais de (não)amor& outras coisas.

Mediador: Leonardo Beltrão (Belo Horizonte) É escritor, produtor cultural, turismólogo e coordenador de projetos do SescPalladium. Publicou A festa do adeus (Editora Relicário).

Detalhes
14h às 14h30 Narração de histórias: Oh, Minas Gerais!,com Lucrécia Leite / Parceria Sesc Palco de Histórias Detalhes
14h30 às 15h30 Aula-show:Quem tem medo do lobo mau? Uma reflexão sobre o politicamente correto na literatura infantil, com Ilan Brenman Teatro Francisco Nunes

É doutor em Educação e escritor. Publicou, dentre muitos outros, Até as princesas soltam pum (com Ionit Zilberman, Editora Brinque-book) e A condenação de Emília: o politicamente correto na literatura infantil (Editora Aletria).

Detalhes
16h às 17h30 Mesa: Livros: palavras e imagens, com Nelson Cruz, Odilon Moraes, Rodrigo de Faria e Silva e Ana Elisa Ribeiro/ Parceria com o projeto Encontro com o autor Teatro Francisco Nunes

Nelson Cruz (Belo Horizonte)
É escritor e ilustrador. Publicou, dentre outros, O livro do acaso (Editora Abacatte), A máquina do poeta (Edições SM), No longe dos gerais (Editora CosacNaify).

Odilon Moraes (São Paulo)
É escritor e ilustrador. Publicou, dentre outros, A princesinha medrosa (Editora CosacNaify), Pedro e Lua (Editora CosacNaify), Lá e aqui, com Carolina Moreyra (Editora Pequena Zahar). Em 2014, venceu o Concurso Nacional de Literatura Prêmio João de Barro, promovido pela Prefeitura de Belo Horizonte.

Rodrigo de Faria e Silva (São Paulo)
É editor dos selos SESI-SP e SENAI-SP, mestre em Teoria Literária e Literatura Comparada pela USP, autor dos livros Zé Ferino (Ateliê Editorial) e Da loucura dos homens (Grua Livros).

Mediadora: Ana Elisa Ribeiro (Belo Horizonte)
É escritora, doutora em Linguística e professora do CEFET-MG. Publicou, dentre outros, os livros O e-mail de Caminha (Editora RHJ), Sua mãe (Editora Autêntica) e Meus segredos com Capitu (Editora Jovens Escribas).

Detalhes
16h às 17h30 Mesa: Literaturas da diáspora africana, com Cidinha da Silva, Edimilson de Almeida Pereira, Eduardo de Assis Duarte, Manto Costa e Rosália Diogo. Espaço Ribalta

Cidinha da Silva (Salvador)
É escritora. Publicou os livros Os nove pentes d’África (Editora Mazza), Kuami (Editora Nandyala), Baú de miudezas, sol e chuva (Editora Mazza), Racismo no Brasil e afetos correlatos (Editora Conversê) e Ações afirmativas em educação (Editora Selo Negro).

Edimilson de Almeida Pereira (Juiz de Fora)
É doutor em Comunicação e Cultura, professor na UFJF e escritor. Publicou os livros Um tigre na floresta de signos (Editora Mazza), Os reizinhos de Congo (com Graça Lima, Editora Paulinas), O primeiro menino (com Anabella Lopez, Editora Mazza), dentre outros.

Eduardo de Assis Duarte (Belo Horizonte)
É doutor em Teoria da Literatura e Literatura Comparada. Publicou, dentre outros, Machado de Assis afro-descendente (Editora Pallas), Literatura afro-brasileira volumes 1 e 2 (Editora Pallas) e Literatura e afro-descendência no Brasil 4 volumes (Editora UFMG).

Manto Costa (Rio de Janeiro)
É jornalista e escritor. Publicou os livros Circo de pulgas (Editora Pallas) e Meu caro Júlio – a face oculta de Julinho da Adelaide (Editora 7 Letras).

Mediadora: Rosália Diogo (Belo Horizonte) É professora, doutora em Literatura Brasileira e uma das curadoras do Festival de Arte Negra – FAN 2015.

Detalhes
16h às 16h30 Narração de histórias: Contos de Galeano, com Graça Augusto, Juliana Anselmo, Maria Célia Nunes e Regina Lúcia Caminha. Palco de Histórias Detalhes
17h às 17h30 Narração de histórias: Canção dos homens, com a Trupe Maria Farinha Palco de Histórias Detalhes
Noite
17h30 às 18h30 Edição especial do projeto Janela de dramaturgia, com a leitura dramática da peça Três tristes tigres, de Vinícius Souza Centro de Referência da Moda

Com Chico Pelúcio, Marcelo Castro, Rômulo Braga e Vinícius de Souza. Rua da Bahia 1149 – Centro (esquina com Av. Augusto de Lima)

Detalhes
18h às 19h30 Mesa: Belo e triste horizonte de Drummond, com Humberto Werneck, João Perdigão e Afonso Borges. Teatro Francisco Nunes Humberto Werneck (São Paulo) é jornalista e escritor. Publicou, dentre outros, os livros O desatino da rapaziada (Editora Companhia das Letras), O santo sujo – a vida de Jayme Ovalle (Editora CosacNaify) e Sonhos rebobinados (Editora Arquipélago).João Perdigão (Belo Horizonte) é pesquisador, escritor, editor independente e produtor. Co-autor do livro O rei da roleta, a incrível vida de Joaquim Rolla (Editora Casa da Palavra). Há pouco finalizou o livro Viaduto Santa Tereza, integrante da coleção BH. A cidade de cada um, que será lançado este ano pela Conceito Editorial. Co-edita a revista A Zica.Mediador: Afonso Borges (Belo Horizonte) é jornalista, escritor e idealizador do Projeto Sempre um Papo. É um dos curadores do FLI-BH. Detalhes
19h às 20h PerformanceHit do ventilador, com José Paulon(Belo Horizonte) Palco de Histórias

É poeta. Publicou Diálogo para a coroação da lua: figura da mula exótica fêmea (OI Kabum! BH/Escola Técnica de Arte e Tecnologia).

Detalhes
20h às 21h Performance Xirê, com Iago Passos Palco de Histórias

É poeta. Publicou os livros Mínimo e Luzes em Trânsito (edição do autor)

Detalhes
20h às 21h30 Mesa: A escrita hispanoamericana/parceria BDMG Cultural Teatro Francisco Nunes

Eric Nepomuceno (Rio de Janeiro)
É jornalista e escritor. Traduziu para o português obras de Julio Cortázar, Eduardo Galeano e Gabriel Garcia Márquez, entre outros. Publicou os livros A memória de todos nós (Editora Record) e Coisas do mundo (Editora Companhia das Letras). Apresenta o programa Sangue Latino, no Canal Brasil.

Joca Reiners Terron (São Paulo)
Poeta, prosador e designer gráfico. É autor, dentre outros, dos livros Do fundo do poço se vê a lua, Não há nada lá e A tristeza extraordinária do Leopardo-das-Neves, todos pela Editora Companhia das Letras.

Wander Melo Miranda(Belo Horizonte)
É doutor em Literatura Brasileira, professor titular de Teoria da Literatura da UFMG e diretor da editora da mesma universidade. Publicou, dentre outros, Corpos escritos (EDUSP), Nações literárias (Ateliê) e Anos JK - margens da modernidade (IMESP).

Mediador: Jacques Fux (Belo Horizonte)
É doutor em Letras e escritor. Seu livro Antiterapias (Editora Scriptum) recebeu o Prêmio São Paulo de Literatura em 2013.

Detalhes
21h às 22h Performance Recse Vocorpografia, com Renato Negrão Espaço Ribalta

É poeta e artista performático. Publicou os livros Vicente Viciado e A lo Mejor, 2014 (publicações do autor)

Detalhes
Manhã
9h às 9h30 Narração de histórias: Contos de Ernani Ssó, com Catarina de Sena Oliveira, Fátima de Jesus Ribeiro e Nilma Gonçalves de Assis / ParceriaSesc Palco de Histórias Detalhes
9h30 às 11h Mesa: Os cronistas da cidade, com Fabrício Marques, Humberto Werneck e Jorge Fernando dos Santos. Teatro Francisco Nunes

Fabrício Marques (Belo Horizonte)
É doutor em Literatura Comparada, escritor, jornalista. Publicou, dentre outros, Marquises, Samplers e Dez conversas: diálogos com poetas contemporâneos. Desenvolve a pesquisa Cartógrafos da vertigem urbana, que aborda a relação entre escritores de Belo Horizonte e a capital mineira, no período de 1940 ao início do século 21.

Humberto Werneck (São Paulo)
É jornalista e escritor. Publicou, dentre outros, os livros O desatino da rapaziada (Editora Companhia das Letras), O santo sujo – a vida de Jayme Ovalle (Editora CosacNaify), Pequenos fantasmas (Editora Noves Fora) e Sonhos rebobinados (Editora Arquipélago).

Mediador: Jorge Fernando dos Santos (Belo Horizonte)
É escritor, jornalista e compositor. Publicou, dentre outros, Palmeira seca (Editora Atual), Alguém tem que ficar no gol (Edições SM), Cordel das lendas bovinas (Editora Paulinas) e Reportagem mortal (Editora Saraiva).

Detalhes
10h às 10h30 Narração de histórias: Até as princesas soltam pum e outras histórias, com Jhê Delacroix / Parceria Sesc Palco de Histórias Detalhes
10h30 às 12h Encontro: Um menino chamado Coelho -Rosana Mont’Alverne(Belo Horizonte) entrevista Ronaldo Simões Coelho (Belo Horizonte) Espaço Ribalta

Ronaldo Simões Coelhoé psiquiatra e escritor. Publicou, dentre outros, Macaquinho (com Eva Furnari, Editora FTD), Bichos (com Angela-Lago, Editora Aletria), O caso da banana (com Angela-Lago, Editora RHJ) e Dois chapéus vermelhinhos (com Humberto Guimarães, Editora Aletria).

Rosana Mont’Alverne é contadora de histórias, escritora, editora e diretora do Instituto Cultural Aletria. É autora de Meu pai é uma figura (com Maurizio Manzo, Editora Aletria). É presidente da Câmara Mineira do Livro.

Detalhes
11h30 às 12h Narração de histórias: Um menino chamado Coelho, com Alessandra Visentin Palco de Histórias Detalhes
11h30 às 13h Mesa: A vida dos outros: sobre escrever biografias, com Nádia Batella Gotlib, Regina Echeverria e João Paulo Cunha Teatro Francisco Nunes

Nádia Batella Gotlib (São Paulo)
É doutora em Literatura Portuguesa. Publicou, dentre outros, os livros Clarice – uma vida que se conta (Editora Edusp), Clarice – fotobiografia (Editora Edusp), Tarsila do Amaral – a modernista (Editora Senac-SP).

Regina Echeverria (São Paulo)
Éjornalista e escritora especializada em biografias. Publicou, dentre outros, os livros Furacão Elis (Editora Leya Brasil), A história da Princesa Isabel – amor, liberdade e exílio (Editora Versal), Cazuza – só as mães são felizes (Editora Globo) e Gonzaguinha e Gonzagão, uma história brasileira (Editora Leya Brasil).

Mediador: João Paulo Cunha (Belo Horizonte)
É jornalista. Formado em comunicação social, psicologia e filosofia. Foi professor da PUC Minas, pesquisador da Escola da Saúde Pública de Minas Gerais e editor dos cadernos de Cultura e Pensar do Jornal Estado de Minas. Atualmente é presidente do BDMG Cultural.

Detalhes
13h às 13h30 Narração de histórias: Era uma vez..., com Jhê Delacroix / Parceria Sesc Palco de Histórias Detalhes
Tarde
14h Espetáculo teatral Uma professora muito maluquinha, a partir da obra de Ziraldo, com o Grupo Real Fantasia Teatro Francisco Nunes

Texto de Sérgio Abritta e direção de Kalluh Araújo.

Detalhes
14h às 15h30 Mesa: A palavra é... RUÍDO, com Carlos de Brito e Mello, Flávio Barbeitas e Artênius Daniel/ Parceria Sesc Espaço Ribalta

O projeto A palavra é... contempla a discussão de palavras, em sua polissemia, a partir dos olhares da literatura e de outras áreas do conhecimento.

Carlos de Brito e Mello (Belo Horizonte)
É escritor, professor universitário e psicanalista. Publicou os livros O cadáver ri dos seus despojos (Editora Scriptum) e A passagem tensa dos corpos (Editora Companhia das Letras).

Flávio Barbeitas (Belo Horizonte)
É mestre em Música, doutor em Estudos Literários e professor da Escola de Música da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Mediador: Artênius Daniel (Belo Horizonte)
É jornalista, músico, diretor de Cultura do Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Minas Gerais (SJPMG) e licenciado em Letras. Fundador do Instituto Limites e autor do livro Os Limites de Belo Horizonte e os Limites da Luz.

Detalhes
15h às 15h30 Narração de histórias: Vamos acordar os sonhos, com Pierre André/ Parceria Sesc Palco de Histórias Detalhes
16h às 17h30 Mesa: Literatura e vias presentes, com Nilma Lacerda, Teresa Cárdenas e Dagmar Braga. Teatro Francisco Nunes

Nilma Lacerda (Rio de Janeiro)
É doutora em Letras Vernáculas, professora da Universidade Federal Fluminense (UFF) e escritora. Publicou, dentre outros, os livros Bárbara debaixo da chuva (Editora Record), Pena de ganso (Editora DCL), Sortes de Villamor (Editora Scipione) e Manual de tapeçaria (Editora Revan).

Teresa Cárdenas (Havana / Cuba)
É escritora, narradora de histórias e bailarina. Publicou os livros Cachorro velho e Cartas para minha mãe, ambos publicados pela Editora Pallas.

Mediadora: Dagmar Braga (Belo Horizonte) É escritora e diretora do Espaço Cultural Letras e Ponto, onde ministra oficinas de escrita literária. Publicou o livro Geometria da paixão (Editora Anome).

Detalhes
17h às 17h30 Narração de histórias: Histórias da nossa gente, com Sandra Lane e Wilmar de Oliveira Palco de Histórias Detalhes
17h Narração de histórias: Histórias da nossa gente, com Sandra Lane e Wilmar de Oliveira Palco de Histórias
Noite
17h às 18h30 Mesa: Do blog ao livro, com Danilo Leonardi, Ique Carvalho, Li Mendi e Samuel Medina. Espaço Ribalta

Danilo Leonardi (São Paulo)
É escritor e criador do site Cabine Literária. Publicou o livro Por que Indiana, João? (Giz Editorial).

Ique Carvalho (Belo Horizonte)
Formado em publicidade e propaganda, criador do blog The love code. Autor do livro Faça amor, não faça jogo (Editora Gutenberg).

Li Mendi (Rio de Janeiro)
Formada em jornalismo e publicidade. Autora de O amor está no quarto ao lado (Editora Outras Letras), A verdadeira bela, Coração de pelúcia e Alma gêmea por acaso, todos pela Editora Highlands.

Mediador: Samuel Medina (Belo Horizonte)
É escritor, graduado em Letras e trabalha na Biblioteca Pública Infantil e Juvenil de Belo Horizonte. Publicou os livros A grande guerra (edição independente), O medalhão e a adaga (Editora Multifoco) e Patos selvagens (Editora Baobá), além de textos em várias antologias.

Detalhes
18h às 19h30 Mesa: Por que os festivais literários?, com Chacal, Marcílio França Castro, Paulo Werneck e Silvana Arantes. Teatro Francisco Nunes

Paulo Werneck (São Paulo)
Editor, jornalista e curador da Festa Literária de Paraty – FLIP.

Marcílio França Castro (Belo Horizonte)
É escritor e mestre em Estudos Literários. Publicou os livros Breve cartografia de lugares sem nenhum interesse (Vencedor do Prêmio Clarice Lispector / Fundação Biblioteca Nacional) e A casa dos outros, ambos pela editora 7Letras.

Chacal (Rio de Janeiro)
É poeta, compositor e fundador do Centro de Experimentação Poética (CEP 20.000), um tradicional encontro de poetas e artistas das mais variadas vertentes. Publicou, dentre outros, os livros Muito prazer (Editora 7 Letras), Murundum (Editora Companhia das Letras), A vida é curta para ser pequena (Editora Frente) e Belvedere (Editoras 7 Letras e CosacNaify).

Mediadora: Silvana Arantes (Belo Horizonte)
Jornalista especializada em cinema, editora do Caderno EM Cultura e Pensar, ambos do Jornal Estado de Minas.

Detalhes
18h30 Poética e performance, com Greyce Soute e Bilá Bernardes Palco de Histórias

As poetas apresentarão uma performance poética de textos autorais, com base na temática “poética e perfomance” que apresentará a perspectiva crítica das linguagens verbais e corporais e a fusão das mesmas no processo de construção do universo literário.

Bilá Bernardes é escritora, membro da Academia de Letras de Santo Antônio do Monte – ACADSAL e Cônsul de Poetas del Mundo por Minas Gerais.

Greyce Soute é poeta. Publicou os livros Jeito de gente e Pinceladas do agora. Coordena o projeto Ponto de Encontro Literário no Centro Cultural Salgado Filho / Fundação Municipal de Cultura de Belo Horizonte.

Detalhes
19h às 20h Encontro lítero-musical Palavras, que estranha potência a vossa, com Elisa Lucinda Espaço Ribalta

É jornalista, atriz, cantora e escritora. Publicou, dentre outros, os livros Contos de vista (Editora Global), Fernando Pessoa – o cavaleiro de nada, A menina transparente (com Graça Lima), estes últimos pela Editora Record.

Detalhes
19h30 às 20h30 Sarau das Cachorras(Belo Horizonte) Palco de Histórias Detalhes
20h às 21h30 Mesa: O cotidiano escrito, com Ana Martins Marques, Beatriz Hernanz, Inês Pedrosa e Francisco de Moraes Mendes. Teatro Francisco Nunes

Ana Martins Marques (Belo Horizonte)
É escritora e doutora em Literatura Comparada. Foi duas vezes vencedora do Concurso Nacional de Literatura Prêmio Cidade de Belo Horizonte. Publicou A vida submarina (Editora Scriptum) e Da arte das armadilhas (Editora Companhia das Letras).

Beatriz Hernanz (Madri / Espanha)
É escritora, tradutora, crítica literária e teatral, doutora em Filologia Hispânica e uma das curadoras do FLI-BH. Publicou, dentre outros, A pelegrina do vento (Editora Lastura), Los volcanes sin sueño (Editora Polibea) e La piel de las palavras (Editora Calima).

Inês Pedrosa (Lisboa / Portugal)
É escritora. Publicou no Brasil, dentre outros, os livros Nas Tuas Mãos , Fazes-me Falta, A Eternidade e o Desejo, Dentro de ti ver o mar e Os íntimos, todos pela Editora Alfaguara.

Mediador: Francisco de Moraes Mendes (Belo Horizonte)
É jornalista, mestre em Literatura Brasileira e escritor. Publicou os livros Escreva, querida (Editora Mazza), A razão selvagem (Editora Ciência do Acidente) e Onde terminam os dias (Editora 7 Letras).

Detalhes
20h30 às 21h30 Sarau da Partilha(Belo Horizonte) encontra o Sarau das Cachorras(Belo Horizonte) Palco de Histórias Detalhes
20h30 às 21h30 Ópera Carmen Palácio das Artes

Direção musical e regência: Maestro Marcelo Ramos.

Concepção, direção cênica e cenografia: Menelick de Carvalho

Com: Orquestra Sinfônica de Minas Gerais, Coral Lírico de Minas Gerais, Coral

Infantojuvenil Palácio das Artes e a Cia de Dança Sesiminas

Informações e ingressos www.fcs.mg.gov.br"

Detalhes
Manhã
10h30 às 11h Narração de histórias: Bichos de todos os jeitos, com Roberto de Freitas Palco de Histórias Detalhes
10h30 às 12h Mesa: Palavras na mesa: literatura e gastronomia, com Fabiana Arreguy, Faby Zanelati e Eduardo Maya. Espaço Ribalta

Faby Zanelati (São Paulo)
Escreveu, com Kátia Najara, O Pequeno Livro de Cozinha – Guia para toda hora (Editora Verus/Record). Atualmente, cuida do blog Pimenta no reino e está lançando o seu segundo livro #partiupiquenique (Editora Memória Visual).

Fabiana Arreguy (Belo Horizonte)
É jornalista. Produz e apresenta o programa Pão e Cerveja, na CBN, que trata do tema de cervejas artesanais do mundo todo. Especializada em cervejas com foco em artesanais e caseiras, formou-se sommelier de cerveja (Bier Sommelier) pelo SENAC-SP , em curso em parceria com a Doemens Academy , da Alemanha.

Mediador: Eduardo Maya (Belo Horizonte)
É chefe de cozinha. Formado em catering pela Cordon Bleu, em Paris. É um dos idealizadores do festival Comida di Buteco e criador do projeto Aproxima, que tem o objetivo de reunir produtores mineiros, chefes de cozinha em um ambiente descontraído.

Detalhes
10h30 às 12h Mesa: Literatura: expansão da realidade, com Ana Miranda, José Eduardo Gonçalves e Luís Giffoni. Teatro Francisco Nunes

Ana Miranda (Fortaleza)
É escritora. Publicou, dentre outros, Boca do inferno, Desmundo, Amrik eSemíramis pela editora Companhia das Letras e Musa praguejadora– a vida de Gregório de Matos (Editora Record).

José Eduardo Gonçalves (Belo Horizonte)
É jornalista, editor e escritor. Autor dos livros Cartas do paraíso (Editora Mazza) e Vertigem (Editora Record). Organizador de Ofício da palavra (Editora Autêntica) e editor da coleção BH. A cidade de cada um. É curador do projeto Ofício de palavra e do FELIT – Festival de Literatura de São João del-Rei e Tiradentes.

Mediador: Luís Giffoni (Belo Horizonte)
É escritor. Publicou, dentre outros, os livros O acaso abre portas (Editora Abacatte), Adágio para o silêncio (Editora Pulsar) e A árvore dos ossos (Editora Pulsar).

Detalhes
11h30 às 12h Narração de histórias: Contos de Marina Colasanti, com o Grupo Prosa Mineira Palco de Histórias Detalhes
Tarde
13h às 13h30 Narração de histórias: Rúbia brincando e contando histórias, com Rúbia Mesquita Palco de Histórias Detalhes
13h30 às 15h Mesa: Quixote além dos moinhos, com Ernani Ssó, Marina Colasanti e Cristina Agostinho. Teatro Francisco Nunes

Ernani Ssó (Porto Alegre)
É jornalista, pesquisador da cultura popular, tradutor e escritor. Publicou, dentre outros, Como o diabo gosta (Editora CosacNaify), Contos de morte morrida (com Marilda Castanha, Editora Companhia das Letrinhas), No escuro – sete histórias tenebrosas de bruxa (com Eloar Guazzelli, Editora Edelbra).

Marina Colasanti (Rio de Janeiro)
É escritora, ilustradora e tradutora. Publicou, dentre outros, Breve história de um pequeno amor (com Rebeca Luciani, Editora FTD), Como uma carta de amor (Editora Global), Contos de amor rasgados (Editora Record) e Como se fizesse um cavalo (Editora Pulo do Gato).

Mediadora: Cristina Agostinho (Belo Horizonte)
É escritora. Publicou, dentre outros, os livros Pai sem terno e gravata (Editora Moderna), Rapunzel e o Quibungo (com Ronaldo Simões Coelho e Walter Lara, Editora Mazza) e Luz Del Fuego, a bailarina do povo (Editora Best Seller).

Detalhes
15h às 15h30 Narração de histórias: Carroça de histórias, com Pierre André / Parceria Sesc Palco de Histórias Detalhes
15h30 às 17h Mesa: A literatura e a cidade, com Juan Pablo Villalobos, Luiz Ruffato e Leida Reis. Teatro Francisco Nunes

Juan Pablo Villalobos (Barcelona / Espanha)
Éescritor e doutor em Teoria da Literatura e Literatura Comparada. Publicou os livros Festa no covil (Editora Companhia das Letras), Se vivêssemos em um lugar normal (Editora Companhia das Letras), No estilo de Jalisco (Editora Realejo).

Luiz Ruffato (São Paulo)
É escritor. Publicou, dentre outros, os livros Eles eram muitos cavalos (Editora Companhia das Letras), Flores artificiais (Editora Companhia das Letras), Minha primeira vez (Editora Arquipélago) e a Coleção Inferno provisório (Editora Record).

Mediadora: Leida Reis (Belo Horizonte)
É jornalista, escritora e uma das curadoras do FLI-BH. Publicou The cães amarelos (edição da autora), A invenção do crime (Editora Record) e Quando os bandidos ouvem Villa-Lobos (Editora Mandruvá).

Detalhes
17h30 às 19h Espetáculo lítero-musical: Palavras andantes, a partir da obra de Eduardo Galeano, com Zé Bocca e Marcos Boi(São Paulo). Palco de Histórias Detalhes
Noite
19h às 20h Sarau Vagabundos iluminados, com o Coletivo Alcova Libertina(Belo Horizonte) Palco de Histórias Detalhes
20h às 21h30 Projeto Literaturas: questões do nosso tempo: Show Ná e Zé, com Ná Ozzetti e José Miguel Wisnik / Parceria Sesc Teatro Francisco Nunes

O espetáculo de José Miguel Wisnik com Ná Ozzetti no Projeto Literaturas: questões do nosso tempo, do SESC Palladium, contempla a profunda relação entre poesia e canção no Brasil. No cd e no show Ná e Zé estão presentes Fernando Pessoa, Oswald de Andrade, Paulo Leminski e Cacaso. As relações entre palavra e música serão objeto de considerações ao longo do show, sem que este deixe de ser, em nenhum momento, um espetáculo musical no sentido pleno da expressão.

Detalhes
20h30 Ópera Carmen Palácio das Artes

Direção musical e regência: Maestro Marcelo Ramos.

Concepção, direção cênica e cenografia: Menelick de Carvalho.

Com Orquestra Sinfônica de Minas Gerais, Coral Lírico de Minas Gerais, Coral Infantojuvenil Palácio das Artes e a Cia de Dança Sesiminas.

Informações e ingressos www.fcs.mg.gov.br"

Detalhes
Manhã
10h30 às 11h30 Caça ao tesouro, com Wander Ferreira Biblioteca FLI-BH

Leitura compartilhada do livro O tesouro da raposa, de Ana Maria Machado, seguida de bate-papo sobre conquistas, construções e descobertas de tesouros e posterior elaboração de narrativas pelos participantes.

Wander Ferreira é bibliotecário da Biblioteca Pública Infantil e Juvenil de Belo Horizonte.

Detalhes
Tarde
14h30 às 15h30 Livro- Minuto, com Samuel Medina Biblioteca FLI-BH

Leitura de trechos de diferentes textos e gêneros literários (romance, conto, poesia) e construção de livretos a partir de dobraduras de folhas de papel.

Samuel Medina é escritor e trabalha na Biblioteca Pública Infantil e Juvenil de Belo Horizonte.

Detalhes
15h às 16h Espetáculo teatral Uma professora muito maluquinha, a partir da obra de Ziraldo, com o Grupo Real Fantasia Teatro Francisco Nunes Texto de Sérgio Abritta e direção de Kalluh Araújo. Detalhes
16h às 17h Lê uma história pra mim, com a equipe da Biblioteca FLI-BH Biblioteca FLI-BH Detalhes
Manhã
10h30 às 11h30 O segredo da menina, com Gabriela Ferreira FLI-BH

Leitura compartilhada do livro Menina bonita do laço de fita, de Ana Maria Machado, com discussão sobre as ideias da narrativa.

Gabriela Ferreira é estagiária da Biblioteca Pública Infantil e Juvenil / Fundação Municipal de Cultura de Belo Horizonte.

Detalhes
12h às 12h30 Lê uma história pra mim, com a equipe da Biblioteca FLI-BH FLI-BH Detalhes
Tarde
14h30 às 15h30 Me conta que eu leio, com Adriano Goulart FLI-BH

O mediador buscará, através do diálogo e compartilhamento de ideias e temas, recuperar lembranças das pessoas sobre leituras já feitas, que se transformarão em novas indicações de leituras para os participantes.

Adriano Goulart é bibliotecário do Centro Cultural Pampulha / Fundação Municipal de Cultura de Belo Horizonte.

Detalhes
16h30 às 17h30 Monstros debaixo da cama, com Simone Teodoro FLI-BH

Leitura do livro Monstruário, de Katia Canton e criação de um pequeno catálogo de monstros.

Simone Teodoro é escritora e gestora da Biblioteca Pública Infantil e Juvenil / Fundação Municipal de Cultura de Belo Horizonte

Detalhes
Noite
18h às 18h30 Lê uma história pra mim, com a equipe da Biblioteca FLI-BH FLI-BH Detalhes
Manhã
10h30 às 11h30 Bichos e bichoutros, com Gisela Castro Alves Biblioteca FLI-BH

Nesta oficina, a autora Gisela Castro Alves vai trabalhar a produção da imagem de forma criativa e lúdica, com base no livro Bichos e Bichoutros (Editora C/Arte), evidenciando e valorizonado a interação entre palavra e imagem.

Gisela Castro Alves é especialista em Arte Educação e em Ensino no Campo das Artes Plásticas pela Universidade Estado de Minas Gerais (UEMG). Atua como arte-educadora no Ensino Infantil e Fundamental em Belo Horizonte.

Detalhes
6h às 17h Literalorota, com Rodrigo Teixeira Biblioteca FLI-BH

Qual a diferença ente mentira e a ficção? A oficina Literalorota vai explorar as respostas a essa pergunta passeando por crônicas e contos de autores nacionais, como Fernando Sabino, Luís Fernando Veríssimo, Leo Cunha e outros, além da produção de crônicas e minicontos que tenham como tema os muitos fatos “levemente alterados” que contamos por aí.

Rodrigo Teixeira é bibliotecário do Centro Cultural Urucuia / Fundação Municipal de Cultura de Belo Horizonte.

Detalhes
8h às 18h30 Lê uma história pra mim, com a equipe da Biblioteca FLI-BH Biblioteca FLI-BH Detalhes
Tarde
14h30 às 15h30 Espetáculo teatral Uma professora muito maluquinha, a partir da obra de Ziraldo, com o Grupo Real Fantasia. Teatro Francisco Nunes Texto de Sérgio Abritta e direção de Kalluh Araújo. Detalhes
14h às 15h30 Chá com cartas, com Ramon Brant Biblioteca FLI-BH

O Chá com Cartas é um projeto de intervenção urbana e de incentivo à escrita de cartas. Parte da necessidade de fugir do cotidiano, desacelerar e pensar mais no outro, pretendendo estimular a aproximação através da palavra e a reflexão sobre as relações no mundo contemporâneo.

Ramon Brant é ator e publicitário. Cursa Teatro e Dança no Centro de Formação Artística do Palácio das Artes (CEFAR). É idealizador do projeto Chá com Cartas de arte postal e intervenção urbana. Integrante e realizador da plataforma Dentro da Cena, de cobertura cultural.

Detalhes
Noite
19h às 20h Roda de leitura: Contos de terror, com a equipe da Biblioteca FLI-BH Biblioteca FLI-BH Detalhes
Manhã
10h30 às 11h30 Que bicho é este?, com Márcia Araújo Biblioteca FLI-BH

Leitura compartilhada do Cordel Que bicho é este?, de Olegário Alfredo, e proposta de construção de rimas e ilustrações para um poema.

Márcia Aráujo trabalha no Centro Cultural Liberalino Alves de Oliveira / Fundação Municipal de Cultura de Belo Horizonte.

Detalhes
Tarde
12h às 12h30 Lê uma história pra mim, com a equipe da Biblioteca FLI-BH Biblioteca FLI-BH Detalhes
14h30 às 15h30 Histórias e sombras, com Waney Medeiros e Jenifer Costa Biblioteca FLI-BH

Leitura compartilhada dos livros Até as princesas soltam pum, de Ilan Brenman e Ionit Zilberman, e O fantástico mistério de feiurinha, de Pedro Bandeira, seguida de conversa sobre a leitura e atividades envolvendo o teatro de sombras.

Jenifer Costa é estagiária da biblioteca do Centro Cultural Salgado Filho / Fundação Municipal de Cultura de Belo Horizonte.

Waney Medeiros é bibliotecária do Centro Cultural Salgado Filho / Fundação Municipal de Cultura de Belo Horizonte.

Detalhes
16h30 às 17h Lê uma história pra mim, com a equipe da Biblioteca FLI-BH Biblioteca FLI-BH Detalhes
Noite
19h Anna Bolenna: a perturbada da corte, de Bianca (coletânea dos melhores quadrinhos publicados, edição da autora) Largo do Teatro Francisco Nunes
Tarde
17h Lançamento coletivo de livros da Liga de Autores Largo do Teatro Francisco Nunes
Noite
18h Negrismo: percursos e configurações em romances brasileiros do século XX (1928- 1984), de Luiz Henrique Oliveira (Editora Mazza). Largo do Teatro Francisco Nunes
18h Negrismo: percursos e configurações em romances brasileiros do século XX (1928- 1984), de Luiz Henrique Oliveira (Editora Mazza) Largo do Teatro Francisco Nunes
19h 9s fora, de Ailton Gobira (Asa de Papel) Largo do Teatro Francisco Nunes
19h A morte e os seis mosqueteiros, de Anatole Jelihovschi (Jaguatirica) Largo do Teatro Francisco Nunes
19h Duda de Yorkshire, de Marisa Krás Borges (Pacartes) Largo do Teatro Francisco Nunes
19h A música e o vazio no trabalho: reflexões jurídicas a partir de Hannah Arendt, de Matheus Brant (Initia Via) Largo do Teatro Francisco Nunes
19h Pensamentos para o vento, de Priscila de Toledo Fonseca (Frente e Verso Editora) Largo do Teatro Francisco Nunes
19h Florestas do meu exílio, de João Capiberibe (Editora Terceiro Nome) Espaço Ribalta
20h Lançamento coletivo da Liga de Autores Largo do Teatro Francisco Nunes
Manhã
10h Asas de pirilampo, de Maria Helena Bazzo, com ilustrações de Santiago Régis (Passarinho) Largo do Teatro Francisco Nunes
10h O ratinho do violão, de Marta Reis (Geração Editorial) Largo do Teatro Francisco Nunes
10h Sapo pra lá, pato pra cá, de Antônio Barreto (Lê) Largo do Teatro Francisco Nunes
10h Sessão de autógrafos (Editora Miguilim) Largo do Teatro Francisco Nunes
10h Porão do vô (Mercuryo Jovem) e Ada (Lê), de Regina Rennó Largo do Teatro Francisco Nunes
11h Tatu-balão, de Sônia Barros, com ilustrações de Simone Matias (Aletria) Largo do Teatro Francisco Nunes
11h Catita foi morar na igreja, de C. Siqueira (Cuca Fresca). Largo do Teatro Francisco Nunes
11h Sessão de autógrafos (Editora Miguilim) Largo do Teatro Francisco Nunes
11h Como ele foi parar aí dentro?, de Ilan Brenman, com ilustrações de Vanessa Prezoto (Aletria) Largo do Teatro Francisco Nunes
Tarde
14h às 16h Sessão de autógrafos (Editora Miguilim) Largo do Teatro Francisco Nunes
16h História e consciência de classe na educação brasileira: lutas e desafios políticos dos trabalhadores em educação de Minas Gerais (1979-1983), de Cássio Diniz e Carlos Bauer (Sundermann) Largo do Teatro Francisco Nunes
16h Futebol, linguagem, artes, cultura e lazer, de Elcio Cornelsen, Silvio Ricardo da Silva e Günther Augustin (org.) (Jaguatirica) Largo do Teatro Francisco Nunes
16h Poema e amores, truques e outras versões, de Alex Andrade (Confraria do Vento) Largo do Teatro Francisco Nunes
17h Encontros ressonantes, de Carlos Assis (Giostri) Largo do Teatro Francisco Nunes
17h Elas são de Marte: mulheres sem censura, de Rodrigo Ricardo (Poesias Escolhidas) Largo do Teatro Francisco Nunes
17h O outono de nossas vidas, de Jane Orlando Abdallah Ferreira (3i Editora) Largo do Teatro Francisco Nunes
17h Contos MUDERNOS: causos do sertão, de Auíri Tiago Nogueira dos Santos (edição do autor) Largo do Teatro Francisco Nunes
Manhã
10h Livro aquático, de Ana Cristina (Matiz Cultural) Lançamento coletivo da Editora Fino Traço Largo do Teatro Francisco Nunes
11h Conto outra vez, texto e ilustrações de Cláudia Lambert (Uniduni) Largo do Teatro Francisco Nunes
11h Cocó, de Hyvanildo Leite (Uniduni) Largo do Teatro Francisco Nunes
11h Zunga Birrão, de Maurilo Andreas, com ilustrações de Maurizio Manzo (Uniduni) Largo do Teatro Francisco Nunes
11h30 O livro de cada um, contos de Leida Reis (Manduruvá) - Com acompanhamento musical Espaço Ribalta
Tarde
14h às 16h Sessão de autógrafos (Editora Miguilim) Largo do Teatro Francisco Nunes
13h30 Macaco Marx e João-de-Barro e outras pessoas, de Roberto Mendonça e Marcelo Prates (Manduruvá) - Haverá bate-papo com os autores Espaço Ribalta
16h QTAIS, de Luís Turiba (Sete Letras) Largo do Teatro Francisco Nunes
16h O ar necessário, de André di Bernardi e Günther Augustin (org.) (Jaguatirica) Largo do Teatro Francisco Nunes
16h Os desafios do amor (Virtual Books) e Utopia, de Thaís Silveira Venzel (Andross) Largo do Teatro Francisco Nunes
16h No meio da rua, de João Gabriel Furbino (Benvinda) Largo do Teatro Francisco Nunes
17h No dorso do leão e Haikais de (não) amor & outras coisas, de Mariana Lage (edições da autora) Largo do Teatro Francisco Nunes
17h Allegro Vivace: da província a Provence, de Fernanda Pitella (Scortecci) Largo do Teatro Francisco Nunes
17h Cidade em transe (Aquarela Brasileira Livros) e Viagem a Minas Gerais (Benvinda), de Wagner Merije Biscuit, de Bruna Piantino (edição da autora) Largo do Teatro Francisco Nunes
18h Pot-pourri de tipos e pieguices, de Gabriel Fernandino (Perse) Largo do Teatro Francisco Nunes
18h O medalhão e a adaga (Multifoco) e Patos selvagens (Baobá), de Samuel Medina Largo do Teatro Francisco Nunes
18h O rei perdido, de Rafaela Polanczyk (3i Editora) Largo do Teatro Francisco Nunes
18h A fabulosa terra de lúmens, de Tiago Leão Barbosa (edição do autor) Largo do Teatro Francisco Nunes
Manhã
10h30 Caça ao tesouro, com Wander Ferreira.

Leitura compartilhada do livro O tesouro da raposa, de Ana Maria Machado, seguida de bate-papo sobre conquistas, construções e descobertas de tesouros e posterior elaboração de narrativas pelos participantes.

Wander Ferreira é bibliotecário na Biblioteca Pública Infantil e Juvenil de Belo Horizonte.

Detalhes
Tarde
14h30 Livro - Minuto, com Samuel Medina.

Leitura de trechos de diferentes textos e gêneros literários (romance, conto, poesia) e construção de livretos a partir de dobraduras de folhas de papel.

Samuel Medina é escritor e trabalha na Biblioteca Pública Infantil e Juvenil de Belo Horizonte.

Detalhes
16h Lê uma história pra mim, com a equipe da Biblioteca FLI-BH. Detalhes
Manhã
10h30 O segredo da menina, com Gabriela Ferreira.

Leitura compartilhada do livro Menina bonita do laço de fita, de Ana Maria Machado, com discussão sobre as ideias da narrativa.

Gabriela Ferreira é estagiária na Biblioteca Pública Infantil e Juvenil/ Fundação Municipal de Cultura de Belo Horizonte.

Detalhes
Tarde
12h Lê uma história pra mim, com a equipe da Biblioteca FLI-BH.
14h Me conta que eu leio, com Adriano Goulart.

O mediador buscará, através do diálogo e compartilhamento de ideias e temas, recuperar lembranças das pessoas sobre leituras já feitas, que se transformarão em novas indicações de leituras para os participantes.

Adriano Goulart é bibliotecário no Centro Cultural Pampulha/Fundação Municipal de Cultura de Belo Horizonte.

Detalhes
15h Encontro com Sônia Barros

Sônia Barros é escritora. Publicou, dentre outros, Tatu-balão (com ilustrações de Simone Matias, Aletria), Coisa boa (Moderna) e A coragem de Leo (FTD).

Detalhes
16h30 Monstros debaixo da cama , com Simone Teodoro.

Leitura do livro Monstruário, de Katia Canton, e criação de um pequeno catálogo de monstros.

Simone Teodoro é escritora e gestora na Biblioteca Pública Infantil e Juvenil/ Fundação Municipal de Cultura de Belo Horizonte. 18h Lê uma história pra mim, com a equipe da Biblioteca FLI-BH.

Detalhes
Manhã
10h30 Bichos e bichoutros, com Gisela Castro Alves.

Nesta oficina, a autora Gisela Castro Alves trabalhará a produção da imagem de forma criativa e lúdica, com base no livro Bichos e bichoutros (Editora C/ Arte), evidenciando e valorizando a interação entre palavra e imagem.

Gisela Castro Alves é especialista em Arte e Educação e em Ensino no Campo das Artes Plásticas pela Universidade do Estado de Minas Gerais ( UEMG). Atua como arte-educadora nos ensinos infantil e fundamental em Belo Horizonte.

Detalhes
Tarde
14h Chá com cartas, com Ramon Brant

O Chá com Cartas é um projeto de intervenção urbana e de incentivo à escrita de cartas. Parte da necessidade de se fugir do cotidiano, desacelerar e pensar mais no outro, pretendendo estimular a aproximação através da palavra e a reflexão sobre as relações no mundo contemporâneo.

Ramon Brant é ator e publicitário. Cursa Teatro e Dança no Centro de Formação Artística do Palácio das Artes (CEFAR). É idealizador do projeto Chá com Cartas de arte postal e intervenção urbana. Integrante e realizador da plataforma Dentro da Cena, de cobertura cultural.

Detalhes
16h Literalorota, com Rodrigo Teixeira.

Qual é a diferença entre mentira e ficção? A oficina Literalorota vai explorar as respostas a essa pergunta passeando por crônicas e contos de autores nacionais, como Fernando Sabino, Luís Fernando Veríssimo, Leo Cunha e outros, além da produção de crônicas e minicontos que tenham como tema os muitos fatos “levemente alterados” que contamos por aí.

Rodrigo Teixeira é bibliotecário no Centro Cultural Urucuia/Fundação Municipal de Cultura de Belo Horizonte.

Noite
18h Lê uma história pra mim, com a equipe da Biblioteca FLI-BH.
19h Roda de leitura: Contos de terror, com a equipe da Biblioteca FLI-BH.
Manhã
10h30 Que bicho é este?, com Márcia Araújo.

Leitura compartilhada do Cordel Que bicho é este?, de Olegário Alfredo, e proposta de construção de rimas e ilustrações para um poema.

Márcia Aráujo trabalha no Centro Cultural Liberalino Alves de Oliveira/ Fundação Municipal de Cultura de Belo Horizonte.

Detalhes
Tarde
12h Lê uma história pra mim, com a equipe da Biblioteca FLI-BH.
14h30 Histórias e sombras, com Waney Medeiros e Jenifer Costa.

Leitura compartilhada dos livros Até as princesas soltam pum, de Ilan Brenman e Ionit Zilberman, e O fantástico mistério de feiurinha, de Pedro Bandeira, seguida de conversa sobre a leitura e atividades envolvendo o teatro de sombras.

Jenifer Costa é estagiária na biblioteca do Centro Cultural Salgado Filho/ Fundação Municipal de Cultura de Belo Horizonte.

Waney Medeiros é bibliotecária no Centro Cultural Salgado Filho/ Fundação Municipal de Cultura de Belo Horizonte.

Detalhes
16h30 Lê uma história pra mim, com a equipe da Biblioteca FLI-BH.
Manhã
10h às 18h Bonde do Drummond, com o coletivo A casinha. Intervenção urbana a partir da obra de Carlos Drummond de Andrade. Uma Kombi estilizada percorrerá a região central de Belo Horizonte, realizando intervenções artísticas como o karaokê-poético, duelo de mc’s e recital de poemas.
Tarde
14h Por Quem os Sinos Dobram, de Sam Wood ( EUA, 1943) Exibição digital | Livre | 170’
17h Tarde Demais, de William Wyler (EUA, 1949) Exibição digital | 14 anos | 115’ | Sessão Comentada
Noite
19h30 Uma Aventura na Martinica, de Howard Hawks (EUA, 1944) Exibição digital | 12 anos | 100’
21h30 O Velho e o Mar, de John Sturges, Henry King e Fred Zinnemann (EUA, 1958) Exibição digital | Livre | 86’
Tarde
17h Vidas amargas, de Elia Kazan (EUA, 1955) Exibição digital | 14 anos | 115'
Noite
19h15 Uma rua chamado Pecado, de Elia Kazan (EUA, 1951) Exibição digital | 14 anos | 122’
21h20 A Sedutora Madame Bovary, de Vincente Minnelli (EUA, 1949) Exibição digital | 12 anos | 114’
Tarde
15h Oliver!, de Carol Reed (ING, 1968) Exibição digital | Livre | 153’
18h Vinhas da Ira, de John Ford (EUA, 1940) Exibição digital | 12 anos | 129’
20h15 Uma Aventura na Martinica, de Howard Hawks (EUA, 1944) Exibição digital | 12 anos | 100’
20h30 às 21h30 Ópera Carmen Palácio das Artes

CARMEN é uma história de liberdade, paixão, amor e morte. O destino dos personagens é traçado no contraponto entre a razão e a emoção.

Para tanto, o palco do Grande Teatro do Palácio das Artes será transformado numa grande ‘arena de touros’, onde será encenada a ópera de Bizet, que completa 140 anos.

A montagem se dará no formato de ópera em concerto, com esmerada edição e primorosa seleção dos trechos mais significativos da obra original. Direção musical e regência: Maestro Marcelo Ramos.

Concepção, direção cênica e cenografia: Menelick de Carvalho. Com: Orquestra Sinfônica de Minas Gerais, Coral Lírico de Minas Gerais, Coral Infantojuvenil Palácio das Artes e a Cia de Dança Sesiminas.

Informações e ingressos www.fcs.mg.gov.br

Detalhes
Tarde
15h O Velho e o Mar, de John Sturges, Henry King e Fred Zinnemann (EUA, 1958) Exibição digital | Livre | 86’
17h Por Quem os Sinos Dobram, de Sam Wood (EUA, 1943) Exibição digital | Livre | 170’
20h Uma Rua Chamada Pecado, de Elia Kazan (EUA, 1951) Exibição digital | 14 anos | 122’
Tarde
16h30 A Sedutora Madame Bovary, de Vincente Minnelli (EUA, 1949) Exibição digital | 12 anos | 114’
Noite
21h Vidas Amargas, de Elia Kazan (EUA, 1955) Exibição digital | 14 anos |115’
Tarde
17h Uma Rua Chamada Pecado, de Elia Kazan (EUA, 1951) Exibição digital | 122’
19h15 Uma Aventura na Martinica, de Howard Hawks (EUA, 1944) Exibição digital | 12 anos | 100’
Noite
21h15 Oliver! de Carol Reed (ING, 1968) Exibição digital | Livre | 153’
Tarde
16h Vinhas da Ira, de John Ford (EUA, 1940) Exibição digital | 12 anos | 129’
18h15 O Velho e o Mar, de John Sturges, Henry King e Fred Zinnemann (EUA, 1958) Exibição digital | Livre | 86’
Noite
20h Por Quem os Sinos Dobram, de Sam Wood (EUA, 1943) Exibição digital | 170’
Tarde
14h Oliver! de Carol Reed (ING, 1968) Exibição digital | Livre | 153’
17h O corvo, de Roger Corman (EUA, 1963) Exibição digital | 18 anos | 86’ | Sessão Comentada
Noite
19h15 Vidas Amargas, de Elia Kazan (EUA, 1955) Exibição digital | 14 anos | 115’
21h15 A Sedutora Madame Bovary, de Vincente Minnelli (EUA, 1949) Exibição digital | 12 anos | 114’
Durante todo o FLI-BH, de 10 às 22h A feira de publicações independentes tem como objetivo incentivar a circulação de produções editoriais e gráficas independentes de Belo Horizonte e outras cidades do país. No FLI-BH participam cerca de trinta feirantes com trabalhos que variam entre quadrinhos, fanzines, livros de artista, acadêmicos, editoras fantasmas, pequenas editoras especializadas em títulos literários e artistas que confeccionam suas próprias publicações, gravuras, pôsters e até t-shirts.
Dia 27, sábado, de 10 às 18h O projeto Aproxima, idealizado pelo chefe Eduardo Maya, realiza ações de valorização da gastronomia mineira. Uma delas é a “Feirinha Aproxima”, que busca promover o encontro entre produtores, restaurantes, chefes mineiros e o público. A ideia é levar a culinária mineira ao maior número de pessoas. A feira oferece ao público, estabelecimentos e cozinheiros a chance de obter os produtos mineiros como queijos, cachaças, linguiças e outros, direto das mãos de pequenos produtores do interior.
Durante todo o FLI-BH, de 9h às 22h

A Primavera da LIBRE é a maior feira literária independente do Brasil e também está entre as mais expressivas do gênero no mundo. Promovida pela Liga Brasileira de Editoras (Libre), a Primavera nasceu em 2001, no Rio de Janeiro, com o compromisso de ser, além de uma feira comercial, um espaço cultural onde os pequenos e médios editores nacionais pudessem apresentar suas produções, interagir com o público e discutir o livro.

A diversidade dá o tom da feira e da programação literária a partir dos muitos gêneros editados por cerca de 56 editoras. Ao todo, são 8 mil títulos, com descontos que chegam a 50%.

Com essa trajetória já consolidada, era fundamental que a Primavera da Libre entrasse no calendário dos eventos literários da capital mineira, cidade tradicionalmente leitora.

Durante o FLI-BH, de 9 às 22h Cidades escritas é o título da exposição do fotógrafo  Daniel Mordzinski, conhecido como “o fotógrafo dos escritores", que o FLI-BH traz a Belo Horizonte. Nascido na Argentina e radicado em Paris, Mordzinski dedica-se há mais de trinta anos a retratar escritores e escritoras pelo mundo, em busca de compor um verdadeiro “atlas humano da literatura”. A exposição reúne fotos de escritores e suas cidades, tiradas por Mordzinski ao longo de sua trajetória profissional, e textos de Afonso Borges. Largo do Teatro Francisco Nunes
Durante o FLI-BH, de 9 às 22h A exposição O livro do acaso apresenta o processo de criação do mais recente livro de Nelson Cruz, um encontro de textos e ilustrações do autor. O livro reúne frases recolhidas em obras de autores como Florbela Espanca, Coelho Neto, Lima Barreto e Alberto Caeiro, entre outros, organizadas em uma narrativa poética. A ideia do acaso é ampliada nesse encontro em que o autor/ilustrador organiza e harmoniza texto e ilustrações onde as irregularidades da madeira são adicionadas à narrativa visual.Vencedor do Prêmio Monteiro Lobato 2015, da Academia Brasileira de Letras. Foyer do Teatro Francisco Nunes
10 a 28 de junho
Terça a sexta-feira, de 9h às 21h
sábado e domingo, de 10h às 14h.
Exposição de estampas digitais realizada pelos estudantes dos cursos de bacharelado em Design e Tecnologia em Design de Moda – UNIBH. A mostra apresenta um universo imagético que salienta a força expressiva dos poemas de Carlos Drummond de Andrade. Centro de Referência da Moda
De 25 a 28 de junho No meio do caminho tinha um poema . Tinha um poema no meio do caminho: intervenções urbanas com poemas de Carlos Drummond de Andrade, com Larissa Alberti, Luciana Campos e Raphael Sales. Centro de Belo Horizonte
25 de junho, às 17h Cortejo Literário, com o Grupo Trampulim Saída da Praça 7 em direção ao Parque Municipal.
25 de junho, às 17h Uma Kombi estilizada percorrerá a região central de Belo Horizonte, realizando intervenções artísticas como o karaokê-poético, duelo de mc’s e recital de poemas. Intervenção urbana a partir da obra de Carlos Drummond de Andrade.